SL Benfica 6 - 4 OC Barcelos

  • Hoquei
  • Seniores
  • 2021/2022
  • Campeonato Nacional
    Competição
    Fase
    8ª Jornada
    Data
    Seg, 25 Outubro, 2021, 20:00
    Estado
    Realizado
    Transmissão televisiva
    BTV | ABolaTV

     

    REGRESSO AOS TRIUNFOS SOB A CHANCELA DE UMA GRANDE EXIBIÇÃO!

     

    O Benfica venceu o OC Barcelos em jogo da 8.ª jornada da fase regular do Campeonato Nacional.

     

     

    Benfica e OC Barcelos disputaram, nesta noite de segunda-feira, no Pavilhão Fidelidade, a 8.ª jornada da fase regular do Campeonato Nacional de Hóquei em Patins. Desafio intenso, emotivo até ao final, exibição de categoria das águias: 6-4, triunfo justo!

     

    Bancadas bem compostas, Presidente Rui Costa e Órgãos Sociais do Clube em peso a marcarem presença, e início de jogo animado, com as duas equipas, a viverem momentos diferentes, a mostrarem ambição. Várias oportunidades de golo, com os guarda-redes em destaque e as defesas a vencerem os duelos com os atacantes.

     

     

    Resolvida a inverter a série de resultados menos positivos, a equipa encarnada chegou ao golo aos 11'. Diogo Rafael assistiu Nicolía, com o argentino, recém-entrado em quadra, isolado, a fazer o 1-0.

     

    A resposta não tardou! Falta de Poka, cartão azul e livre direto. Na conversão, no frente a frente com Pedro Henriques, execução exímia de Fernandez Dario a fazer o empate (1-1, aos 14').

     

    Nuno Resende pediu time out para reorganizar as tropas e surtiu efeito. Minuto 18', remate forte de longa distância de Poka, com Edu Lamas, à boca da baliza, a desviar certeiro para dar nova vantagem às águias (2-1).

     

    Minutos volvidos e Poka teve oportunidade para dilatar através de uma grande penalidade, mas permitiu a defesa de Constantino Rodriguez; 33 segundos depois, enorme defesa de Pedro Henriques, na defesa a um livre direto apontado por Fernandez Dario. Emocionante!

     

    A 25 segundos do descanso, mais uma vez o guardião das águias a ser fulcral, desta feita a negar o golo a Luís Querido, que tentou a sorte em mais uma grande penalidade. Ao intervalo, vantagem para as águias: 2-1.

     

    Reatar e mais iniciativa dos forasteiros a serem premiados com o empate aos 32'. Assistência de Rampulla e Alvarinho a não dar hipóteses e a rematar para o 2-2.

     

    O Benfica reagiu e carregou, com as oportunidades a sucederem-se! Grandes defesas, os ferros... e a bola teimava em não entrar! Finalmente, aos 37', o merecido golo das águias. Décima falta acumulada para o OC Barcelos, livre direto e Pablo Álvarez a fazer o 3-2.

     

    E não foi necessário esperar muito mais para novo momento de festa nas bancadas do Pavilhão da Luz, com Diogo Rafael (38'), num belíssimo movimento técnico, a rematar para o 4-2. Isto numa altura em que o Benfica jogava em inferioridade numérica e segundos depois de Pedro Henriques defender novo livre direto.

     

     

    Jogo intenso, de parada e resposta, com Alvarinho a bisar aos 39' e a reduzir para o 4-3. Aos 44', lance de magia, e mais um bis, desta feita para Nicolía, a serpentear e a disparar para o 5-3. Embaladas, e com os adeptos a serem determinantes, as águias dispararam para uns minutos finais de categoria, com Gonçalo Pinto a fazer o 6-3 aos 46'.

     

    A 1m30s, Alvarinho fez o hat-trick (6-4), Pedro Henriques negou a Miguel Rocha novo golo de penálti, e a partida terminou com a justa vitória da formação comandada por Nuno Resende, que agora soma 12 pontos na classificação geral.

     

     

    DECLARAÇÕES

     

    Nuno Resende (treinador): "Quero agradecer aos adeptos que estiveram nas bancadas e também ao Presidente Rui Costa que nos deu a honra de vir ao balneário, dar umas palavras e estar com o grupo. Foi muito importante, principalmente numa altura em que a equipa não está a atravessar um bom momento ao nível de resultados, e ele veio dar-nos confiança, palavras sábias de quem andou no desporto, de quem sabe o que é estar no balneário. A vitória de hoje começou por aí! Os adeptos carregaram-nos, apoiaram-nos nos momentos mais difíceis e é um trabalho muito nosso fazer com que eles façam isto mais vezes. Nunca nos podemos esquecer disto. Tem-nos faltado alguma estrelinha, que tivemos hoje, mas tivemos muita capacidade e lutámos muito por isso."

     

    FICHA DE JOGO

     

    Local: Pavilhão Fidelidade

     

    Cinco inicial do Benfica: Pedro Henriques, Diogo Rafael, Edu Lamas, Lucas Ordoñez e Gonçalo Pinto

     

    Suplentes: Rodrigo Vieira (NJ), Carlos Nicolía (J), Pablo Álvarez (J), Poka (J) e Pol Manrubia (J)

     

    Ao intervalo: 2-1

     

    Golos do Benfica: Carlos Nicolía (11' e 44'), Edu Lamas (18'), Pablo Álvarez (37'), Diogo Rafael (38') e Gonçalo Pinto (46')

     

    Marcha do marcador: 1-0, 1-1, 2-1, 2-2, 3-2, 4-2, 4-3, 5-3, 6-3, 6-4

     

    Informação do Jogo: https://www.slbenfica.pt/pt-pt/agora/noticias/2021/10/25/direto-hoquei-em-patins-benfica-oc-barcelos-8-jornada-campeonato-nacional

     

    Onze Inicial

    Banco

    Treinador

    Momentos

    Onze Inicial

    Banco

    Treinador

    Momentos

    Coming soon

    Notícias relacionadas

    Nenhum item encontrado

    67880 - Tópico: 8ª Jornada: SL Benfica 6-4 OC Barcelos, Seg 25 Out 20h00, BTV | ABolaTV  (Lida 8294 vezes)

    Universo Benfica

    • Colaborador
    • ******
    • Mensagens: 134705
    • 18 de Outubro de 2021, 19:58
    Campeonato Nacional de Hóquei em Patins 2021/22 | 8ª Jornada

    25 Out (Segunda-Feira)

    SL Benfica 6-4 OC Barcelos 20h00

    Local: Pavilhão Fidelidade | Informação dos Bilhetes

    Carlos Nicolía (2), Edu Lamas (1), Pablo Álvarez (1), Diogo Rafael (1) e Gonçalo Pinto (1)

    Resumo do Jogo

    Contactos

    e-mail: [email protected]

    « Última modificação: 25 de Outubro de 2021, 22:48 por Universo Benfica »

    força Benfica

    • Eusébio
    • ******
    • Paris, Guimarães
    • Mensagens: 65740
    • SLB!
    • 18 de Outubro de 2021, 20:14
    Ganhar um jogo é pedir muito?

    JM21

    • Eusébio
    • ******
    • Mensagens: 57764
    • 18 de Outubro de 2021, 22:08
    Ganhar!  :slb2:

    Andris

    • Eusébio
    • ******
    • Mensagens: 114164
    • 21 de Outubro de 2021, 22:33
    Vencer, se não for pedir muito.

    ForçadoBloqueio

    • Eusébio
    • ******
    • Mensagens: 64017
    • No Algas, No Party
    • 21 de Outubro de 2021, 22:35
    Parece-me evidente o que vai acontecer, não acham?

    antiporcos

    • Sénior
    • ****
    • Mensagens: 1112
    • 21 de Outubro de 2021, 22:36
    seria uma grande surpresa não ser o ulimo jogo do resende.
    tendo em conta que é isso que toda a gente está à espera, deve sair derrota.

    TeamRocket37

    • Eusébio
    • ******
    • Mensagens: 46982
    • Team Rocket à velocidade da luz vai atacar o 38!
    • 21 de Outubro de 2021, 22:58
    The Last Dance by Nuno Resende.

    Danilo Rampulla a espalhar magia.

    Estou a ver filme todo.

    Temos 1 mês paragem não vão buscar logo outro treinador porque não querem o Benfica ganhe simplesmente.

    BlankFile

    • Eusébio
    • ******
    • Mensagens: 133832
    • 22 de Outubro de 2021, 00:17
    Pretendo ir lá.

    Isto tem tudo para arder completamente. Se contra o Tomar foi o que foi.... nem quero imaginar aqui.

    antiporcos

    • Sénior
    • ****
    • Mensagens: 1112
    • 23 de Outubro de 2021, 22:47
    seria uma grande surpresa não ser o ulimo jogo do resende.
    tendo em conta que é isso que toda a gente está à espera, deve sair derrota.

    Vou mudar a minha opinião. Vamos ganhar e vamos ser beneficiados porque já dá mais jeito aos do costume descolar do Barcelos do que de nós, já estamos demasiado para baixo.
    Servirá tb para nos calar depois das queixas do jogo no porto.

    Isso vai fazer tb com que o Resende se mantenha, não porque a direção reforce a confiança nele ou que clarifique o papel de cada um na equipa, mas porque não vai ter tomates para despedir um treinador depois de uma vitória, especialmente um treinador que há dois meses estava a pagar para o ter.

    A manutenção do Resende num clima em que não se clarifica quem manda tb não vai ser boa para nós, vamos entrar num período de paz podre que se quebrará na primeira derrota após esta paragem. Os nossos adversários só terão a ganhar em que a troca de treinador se processe num período sem paragem.

    Quando os do costume precisam que a gente ganhe, os pintos e os rainhas desta vida passam ligo a ser lampiões desde pequeninos.

    Dr.Lecter

    • Moderador
    • *
    • Mensagens: 22730
    • Doveryai, no proveryai.
    • 23 de Outubro de 2021, 22:56
    Presente.

    Mikaeil

    • Eusébio
    • ******
    • Lisboa
    • Mensagens: 54254
    • Sou do Benfica, e isso me envaidece!!!!
    • 25 de Outubro de 2021, 07:19
    Surpreendam pela positiva!

    lancadordedois

    • Eusébio
    • ******
    • Mensagens: 7276
    • 1924
    • 25 de Outubro de 2021, 09:13
    The Last Dance by Nuno Resende.

    Danilo Rampulla a espalhar magia.

    Estou a ver filme todo.

    Temos 1 mês paragem não vão buscar logo outro treinador porque não querem o Benfica ganhe simplesmente.

    eu diria mais "Last Chance"

    Os Diabos vao se mobilizar ( LOL.....) para que os jogadores sintam o peso.
    Vai ser mesmo por isto...., mesmo que hoje façam um jogo porreiro é uma questao de tempo ate fazerem porcaria , principalmente fora.

    Entretanto o Parede venceu o Turquel.....

    BudSpencer

    • Capitão
    • ****
    • Mensagens: 4221
    • 25 de Outubro de 2021, 09:40
    Já anulei umas quantas reuniões para estar disponível......

     :smokin: :cool2: :coolsmiley:

    XtaticO

    • Sénior
    • ****
    • Mensagens: 1784
    • 25 de Outubro de 2021, 09:43
    Será a 4ª derrota consecutiva ou a 5ª? São tantas que já perdi um bocado a conta.

    TeamRocket37

    • Eusébio
    • ******
    • Mensagens: 46982
    • Team Rocket à velocidade da luz vai atacar o 38!
    • 25 de Outubro de 2021, 11:11
    https://hoqueipt.com/artigo.aspx?id=4607&fbclid=IwAR24G6nLbYO7w5Wd0aRSM5pTZFQcv-ob4JcCLRj8PijNv_ALgsuOU-13GB4

    PIOR ARRANQUE SÓ HÁ 37 ANOS

    O Benfica, campeão pela última vez em 2016, vem de dois quartos lugares - com um campeonato, em que liderava, cancelado pelo meio pela pandemia -, numa classificação final que não era tão má desde a primeira temporada de Luís Sénica (2009/10), em que as águias foram quintas.

    E o arranque nesta nova temporada, com investimento para a chegada de Pablo Alvarez e aposta em Nuno Resende, não podia ser pior.

    "Não podia ser pior" será uma força de expressão, mas, de facto, está perto de ser literal. Considerando a valorização das vitórias com os actuais três pontos por vitória e as primeiras fases dos campeonatos desde que deixou de haver uma primeira fase dividida entre Norte e Sul, em 1981 (há 40 anos), só houve pior arranque na temporada de 1984/85. Na altura, quando emergia o Porto no panorama da modalidade, o Benfica registou duas vitórias, dois empates e três derrotas nos primeiros sete jogos. Oito pontos às contas de hoje, culminados - curiosamente - num Clássico com o Porto, então com um empate a dois.

    Seguir-se-ia uma vitória caseira com o Famalicense, o que elevaria para 11 pontos em oito jornadas, registo que o Benfica da temporada em curso "ameaça".

    COMO NO "ANO DA SOBREVIVÊNCIA"

    Sendo melhor que o arranque de 1984/85, o arranque deste ano encontra semelhanças com o de 2003/04, aquele que se seguiu ao que foi possivelmente o defeso mais negro da História. Mergulhado numa profunda crise económica, a agora secular secção encarnada esteve em sério risco de fechar portas. Saíram Vítor Fortunato, Ricardo Pereira, Filipe Gaidão, ''Panchito'' Velázquez e Alan Fernandes, ficando os guarda-redes José Carlos e André Azevedo e ainda Miguel Dantas, Mariano Velazquez e Rui Gamboa. A estes juntaram-se Carlos Godinho, Gonçalo Bernardino, Johe, Jorge Godinho e Ricardo Silva, jogadores que tinham passado pelos escalões de formação dos encarnados, para uma temporada em que o Benfica não "viveu", simplesmente sobreviveu...

    Os primeiros sete jogos saldaram-se em quatro derroas e três vitórias, num início de temporada em que seis das partidas foram jogadas como visitante em virtude da indisponibilidade de pavilhão (em transição do "velho nº 1" para o novo Fidelidade). Seguiu-se uma derrota por 2-7 na recepção ao Porto, que evitará, seja qual for o desfecho do Clássico desta segunda-feira com o Óquei de Barcelos, que - pontualmente - este se torne o pior arranque de sempre.

    Em 2003/04, o Benfica terminaria em 7º depois de ter sido "condenado" a disputar a fase de manutenção numa altura em que os seis primeiros discutiam o título entre si numa fase final.

    QUARTA DERROTA CONSECUTIVA

    No entanto, pese a má temporada de 2003/04, há um registo negativo que está em risco de ser desde já "batido".

    Desde que o Campeonato Nacional ficou sem uma primeira fase regional, há 40 anos, nunca o Benfica registou quatro derrotas consecutivas numa fase regular.

    De resto, neste novo milénio, até na malfadada temporada de 2003/04, o máximo foram três derrotas consecutivas, agora igualadas com os desaires em Oliveira de Azeméis, na recepção ao Tomar e na deslocação ao Dragão Arena. Na última vez que tal acontecera, há mais de 17 anos, o Benfica perdera em Porto Santo e em Paço de Arcos e, pelo meio, na recepção ao Óquei de Barcelos...