SL Benfica 2 - 2 (1 x 2 p.s.) UD Oliveirense

    Competition
    Match phase
    Playoff - Meias-Finais
    Round
    Jogo 1
    Data
    Thu, 30 May, 2024, 17:00
    Estado
    Played
    Tv broadcast
    BTV

     

    UNIR FORÇAS E RESPONDER

     

    O Benfica saiu derrotado do jogo 1 das meias-finais do play-off do Campeonato Nacional, frente à Oliveirense, após desempate por penáltis. No domingo, 2 de junho, disputa-se a segunda partida da série.

     

    A equipa de hóquei em patins do Benfica recebeu a Oliveirense nesta quinta-feira, 30 de maio, no jogo 1 das meias-finais do play-off do Campeonato Nacional. Num encontro equilibrado, o 2-2 persistiu até final do prolongamento, forçando o desempate por penáltis, do qual as águias saíram derrotadas (1-2).

     

    Ultrapassado o Valongo nos quartos de final, com triunfos por 7-0 e 2-4, o Benfica recebeu a Oliveirense no arranque das meias-finais, série decidida à melhor de cinco jogos, na qual beneficia do fator casa. Nuno Resende e Pedro Henriques haviam perspetivado um "jogo duro e extremamente competitivo" e, na quadra, foi a isso que se assistiu.

     

    Num Pavilhão Fidelidade bem-composto, o jogo começou com a Oliveirense mais acutilante, a mostrar ter a lição bem estudada, e com o Benfica a tentar encontrar soluções no ataque.

     

    Apesar das várias aproximações às balizas, nenhuma das equipas conseguia criar situações de grande perigo, fruto dos blocos defensivos que apresentavam. Com o nulo a subsistir à passagem dos 10', a partida entrou numa toada mais física e de maior intensidade.

     

    Aos 12', Bruno Di Benedetto, sem oposição, esteve perto de inaugurar o marcador, mas Pedro Henriques negou o tento ao avançado. Grande momento do guardião encarnado!

     

    O Benfica respondeu no minuto seguinte (13'), por Gonçalo Pinto, a obrigar Xano Edo a uma boa intervenção. Finalmente, aos 18', o golo, muito festejado pelos Benfiquistas presentes! Depois de um remate de Pablo Álvarez, Nil Roca ficou com a posse da bola e encontrou Zé Miranda à direita. O jovem defesa encarnado recebeu o esférico, abriu espaço, e rematou de forma contundente para o 1-0.

     

    Contra a corrente do jogo, numa altura em que o Benfica mostrava maior domínio na quadra, uma falta de Pedro Henriques sobre Xavier Cardoso levou Marc Torra à marca das grandes penalidades. No frente a frente, o avançado da Oliveirense empatou a contenta a 1-1 (20').

     

    Até ao intervalo, o resultado não se alterou, deixando tudo em aberto para a segunda parte.

     

    No reatar (26'), Carlos Nicolía assumiu as despesas na execução de um livre direto, após sofrer falta de Facundo Navarro. O internacional argentino atirou para defesa de Xano Edo, mantendo-se o 1-1 no marcador. Seguiu-se um forte remate de Roberto Di Benedetto, para nova boa intervenção do guarda-redes.

     

    Aos 31', Bruno Di Benedetto, ao poste esquerdo da baliza, recebeu de Marc Torra e colocou a Oliveirense em vantagem no jogo (1-2).

     

    No minuto 36, grande remate de Nil Roca, a fazer a bola embater na trave. Aos 37', jogada desenhada por Roberto Di Benedetto, num lance individual, a soltar-se e a levar o esférico para a área, onde Lucas Ordoñez não conseguiu rubricar o golo. No entanto, o Benfica beneficiou da execução de um penálti, na sequência de uma infração cometida pela Oliveirense.

     

    No frente a frente com Xano Edo, Carlos Nicolía não desperdiçou e devolveu a igualdade ao marcador. Feito o 2-2, o jogo voltou a aquecer e, aos 39', Nil Roca e Diogo Abreu foram admoestados com cartão azul, por despique entre os dois jogadores.

     

    Sempre audíveis, os Benfiquistas puxavam pela equipa, que, apesar das oportunidades criadas, não conseguiu chegar à vantagem.

     

    Terminado o tempo regulamentar (2-2), o jogo decidiu-se no desempate por grandes penalidades, após serem disputados os 10 minutos de prolongamento.

     

    Nos frente a frente, que terminaram com resultado de 1-2Nil Roca converteu pelo Benfica, e Bruno Di Benedetto e Marc Torra pela Oliveirense. Pedro Henriques defendeu três das seis penalidades batidas pelos adversários.

     

    Contas feitas, o Benfica saiu derrotado do jogo 1 das meias-finais do play-off. No domingo, 2 de junho, às 18h00, as equipas voltam a encontrar-se, desta feita no Pavilhão Dr. Salvador Machado.

     

    DECLARAÇÕES 

     

    Nuno Resende (treinador do Benfica): "Um critério tão largo e esta agressividade que foi permitida não nos foi favorável. Jogámos em casa, fomos criativos, criámos muitas situações de desequilíbrios, mas custou-nos um bocado na fase inicial a perceber o enquadramento do jogo. Depois, reagimos bem, estabilizámos, fizemos o 1-0, acabámos por sofrer o 1-1 num lance de bola parada, em que acho o critério muito fechado, a bola já lá não estava. O 1-2 [surgiu] num dos poucos erros defensivos nossos, e eles foram eficazes. A partir daí, tomámos conta do jogo, assumimo-lo, criámos muitas situações, duas delas quase de baliza aberta, em que não conseguimos finalizar. Acho que a equipa trabalhou bastante, todos estiveram ao nível alto do compromisso. Temos de melhorar algumas situações, ou no último passe, ou na tomada de decisão. Escolher melhor as ações em virtude daquilo que o jogo nos possa dar."

     

    FICHA DE JOGO

     

    Cinco inicial do Benfica: Pedro Henriques, Pablo Álvarez, Lucas Ordoñez, Nil Roca e Roberto Di Benedetto

     

    Suplentes: Bernardo Mendes (NJ), José Miranda (J), Diogo Rafael (J), Carlos Nicolía (J) e Gonçalo Pinto (J)

     

    Golos Benfica: José Miranda (18') e Carlos Nicolía (37')

     

    Informação do Jogo: https://www.slbenfica.pt/pt-pt/agora/noticias/2024/05/30/hoquei-em-patins-jogo-benfica-oliveirense-meias-finais-play-off-campeonato-nacional-jogo-1

     

    Coming soon


    By Universo Benfica on Friday, 7 June 2024